Categorias
Agricultura Biológicos

Uso de produtos biológicos no agronegócio é alternativa menos agressiva ao meio ambiente

Produtos biológicos são a nova aposta do agronegócio brasileiro. A prática consiste na aplicação de elementos biológicos em insumos agrícolas, o que permite melhor performance na produtividade e a diminuição de impactos ambientais. Segundo Josué Lima, coordenador de pesquisas da JCO, empresa especializada em bioprodutos, cerca de 40% dos agricultores brasileiros já aderiram a técnicas biotecnológicas em seus processos produtivos. Ele explica que o novo método potencializa a ação de agentes químicos e reduz os custos da produção. 

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), inovações biotecnológicas também favorecem os consumidores pois prometem fornecer alimentos mais saudáveis e de maior qualidade com a diminuição de resíduos químicos. Lima explica que esses ativos são de baixa toxicidade e agem sem agredir o meio ambiente, o que promove a saúde de plantas e animais e o desenvolvimento sustentável da agricultura. 

Derquian Busnello, produtor rural há oito anos na região de Paragominas, adotou recentemente o uso de produtos biológicos. Apesar de ainda estar na fase inicial do processo, ele explica que aderiu à prática por conta da crescente inclinação da área ao sustentável. “Além do uso de materiais biológicos ajudar a proteger as plantas e aumentar a produtividade de forma natural, possibilita também a vida útil das moléculas existentes por não as expor sozinhas ao controle de pragas e doenças”, declara. 

Josué Lima explica que o processo dos produtos biológicos é mais lento em relação aos agroquímicos, e essa questão depende de diversos fatores, ou seja, cada caso exige um tempo específico, ainda assim, ele afirma que o efeito residual é maior. No Pará ainda há pouca informação sobre o assunto mas a tendência é que o uso dos bioprodutos cresça nos próximos anos. Lima explica que, por desconhecimento, muitos produtores paraenses não acreditam no potencial dos produtos biológicos. “Quando falamos sobre fungos e bactérias, é comum que alguns produtores associem a doenças. Nosso trabalho é introduzir o assunto e explicar que esses microrganismos também trazem benefícios”, finaliza. 

Por Manoela Ferreira
Ruralbook