Categorias
Agricultura

Qual a importância do uso de fungicidas de amplo espectro no manejo de doenças em soja?

Na agricultura, ferramentas que apresentem alta consistência no combate às doenças são essenciais durante todas as fases do desenvolvimento da cultura, em busca de uma safra cada vez mais produtiva.
Qual a importância do uso de fungicidas de amplo espectro no manejo de doenças em soja?

Nas últimas décadas, a cultura da soja ganhou muito espaço no agronegócio, principalmente por ter cultivares adaptados às diferentes regiões em que é produzida.

Os bons números são consequência de um conjunto de ações que tem a proteção de cultivos, a exemplo do uso de fungicida para soja, como um dos fatores decisivos para a alta produtividade e rentabilidade. Sendo assim, o manejo de doenças em todo o estádio de desenvolvimento da soja é fundamental.

Por que aplicar fungicidas em soja?

Atualmente, o sojicultor conta com soluções inteligentes e integradas no mercado para auxiliar no manejo da lavoura e enfrentar os principais desafios durante todo o ciclo da cultura.

Um desses grandes desafios é a ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi), uma importante doença que atinge a soja e pode comprometer de forma severa a produtividade de toda a lavoura. Como forma de manejo, o uso de fungicidas para o controle do patógeno passou a ser indispensável no campo.

Por isso, ter em mãos produtos que possuem alta consistência no manejo de doenças, com amplo espectro de ação, é essencial para a obtenção de altas produtividades e garantir a sustentabilidade da sojicultura brasileira.

A importância da soja no mercado mundial

A soja é um grão que tem um excelente custo-benefício e uma grande responsabilidade na revolução alimentar mundial. Além disso, a demanda por produtos à base de soja cresce substancialmente em todo o planeta. Essa demanda favorece o mercado brasileiro e garante a presença e a comercialização para diversos outros países.

Podemos citar alguns alimentos em que a soja serve como ingrediente em sua execução, tais como:

•Óleos vegetais;

•Farelos para ração animal;

•Chocolates;

•Base para temperos;

•Massas.

Vale ressaltar que, como a soja é uma grande cultura, o desenvolvimento saudável das plantas depende de um manejo conjunto, envolvendo práticas agrícolas para uma maior proteção da lavoura, principalmente no combate a pragas e doenças.

Por isso, realizar um manejo nos estádios iniciais, contando com um fungicida de alta eficácia para o complexo de doenças em soja, permite que o produtor alcance boa produtividade, com grãos de alta qualidade, que serão comercializados tanto no mercado interno como no mercado externo.

Por: Portal do Agronegocio