Após atraso, plantio de soja reage no Brasil e já supera marca do ano passado

Após atraso, plantio de soja reage no Brasil e já supera marca do ano passado

Conab afirma que 69,5% da área prevista já foi semeada. No caso do milho, total chega a 56,6%, enquanto arroz enfrenta atraso

Mesmo com o atraso no início do plantio, o Brasil deve colher 120 milhões de toneladas e ultrapassar os EUA na liderança mundial (Foto: Sergio Rannalli/Ed. Globo)

(Foto: Sergio Rannalli/Ed. Globo)

A área plantada de soja na safra 2020/21 alcançou 69,5% na segunda semana de novembro, ante 65,3% do registrado em igual período do ano passado, informou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no boletim semanal Progresso Safra.

Segundo a estatal, apesar de o cultivo ter atrasado por causa do clima desfavorável, o ritmo da semeadura foi recuperado com o início das chuvas. Mato Grosso já semeou 92,3% da área e Mato Grosso do Sul, 87,5%.

Em relação ao milho, a Conab informa que o plantio alcançou 56,6% da área prevista até a segunda semana de novembro. O Paraná lidera os trabalhos, com 96% completados. Em Minas Gerais, o plantio está mais acelerado na comparação com igual período do ano passado.

“Enquanto nos primeiros 13 dias de novembro de 2019 os agricultores mineiros tinham plantado cerca 40% do grão, neste ano, o índice chega a 75%”, diz o boletim.

Já no Rio Grande do Sul, apesar dos bons índices, o avanço da semeadura e o desenvolvimento têm sido prejudicados por causa da falta de umidade, consequência dos efeitos causados pelo fenômeno La Niña.

Para o arroz, a estatal informou que Santa Catarina semeou 95% da área prevista, e o Rio Grande do Sul, 85%. “Nos dois Estados, a semeadura está atrasada”, destacou a Conab.

Fonte: Estadão Conteúdo

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-6ul

Você pode gostar...