Conheça 3 tipos de armadilhas para controle de pragas agrícolas

Os preços dos defensivos subiram, o que leva o produtor a buscar medidas econômicas de combater pragas.

Os preços dos defensivos agrícolas subiram bastante nos últimos tempos. E isso acaba impactando de forma significativa tanto na produtividade do homem do campo, quanto em seu orçamento. Sendo assim, o momento é ideal para você conhecer alternativas de armadilhas para controle de pragas agrícolas.

Aqui a gente conta sobre 3 delas:

Armadilhas adesivas

Esse tipo de armadilha facilita o monitoramento populacional de insetos-praga ao longo da safra em diversos sistemas de produção agrícola, granjas e até áreas urbanas. As armadilhas consistem em cartões adesivos compostos por resina e cera, que prendem os insetos assim que há o contato.

Tais cartões ajudam no controle de cigarrinhas, mosca-branca, mosca-negra-dos-citros, mosca-minadora, psilídeo (greening), pulgões, mariposas, pequenos besouros e outras pragas.

Armadilhas com feromônios

Elas utilizam substâncias como odores ou sinais químicos reconhecidos pelos insetos para atrai-los e, assim, permitem ao produtor estudar a situação de sua propriedade. Esse método visa identificar e monitorar a presença de insetos na lavoura e revelar se há necessidade de aplicar medidas de controle.

Armadilhas luminosas

As armadilhas do tipo luminosas são dispositivos para atrair e capturar insetos voadores que têm como característica atividade no período noturno e são atraídos pela luz, especialmente entre as 19h e 5h. Esse recurso serve para o controle de populações de pragas, mas também traz benefícios econômicos, pois reduz a necessidade do uso de inseticidas.

O uso destas armadilhas é recomendado contra besouros, mariposas, percevejos, cigarrinhas, cigarras, gafanhotos, grilos, moscas e mosquitos.

Por: Nação Agro

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-6E5

Você pode gostar...