Desempenho do frango, boi e suíno vivos em fevereiro de 2020

Os resultados preliminares do segundo mês do ano indicam que somente frango vivo e boi em pé alcançarão no mês preços superiores aos de janeiro passado. Ou seja: o suíno vivo tende a uma redução mensal em torno de 7%.

Mas como o setor se encontra em recuperação, as baixas registradas não têm maior significado, porquanto a cotação atual se encontra aquém, apenas, dos bons resultados registrados no trimestre novembro/19-janeiro/20. Ou seja: encontram-se em patamar que corresponde ao quarto melhor preço nominal já alcançado pelo suíno vivo. O que faz este fevereiro registrar valores 40% e 55% superiores aos de um e dois anos atrás, respectivamente.

O frango vivo apresenta condições bem mais modestas, mesmo assim favoráveis. Pois seu valor atual se encontra quase 10% e 30% acima do alcançado há um e dois anos, respectivamente. Mas sob esse aspecto permanece bem aquém do boi gordo que, frente a tais períodos, obtém valorização de 30% e 36%.

Milho e farelo de soja fecham fevereiro em relativa estabilidade comparativamente ao mês anterior. Mas apenas porque o ano ainda não começou para as duas matérias-primas em decorrência, sobretudo, de indefinições no mercado internacional. De toda forma, obtêm no bimestre expressiva valorização em relação aos preços praticados em fevereiro de 2019 e 2018.

Reposts: Agrolink

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-5U4

Você pode gostar...