Emater prorroga atendimento a agricultores assentados do distrito de Mosqueiro – Agência Pará

75650_227445

Agricultores do assentamento Paulo Fonteles, em Mosqueiro, distrito de Belém, pediram a prorrogação da chamada pública do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), pela qual a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) vem trabalhando há um ano meio, em parceria com 46 famílias. Com a oficialização do Incra, o contrato deve ser estendido, a partir de agosto, por mais um ano e meio.

As famílias vivem principalmente do plantio de mandioca e de hortaliças e da produção de artesanato. O artesanato é tão próspero que chega, com a ajuda de uma Organização Não Governamental (ONG), a ser exportado para a Europa. “O assentamento existe desde 2001 e por isso já apresentava um certo nível de estruturação, mas a presença da assistência pública melhora muita coisa: os agricultores passam a ter um acesso muito mais facilitado a políticas públicas e também informação de como, por exemplo, valorar e a profissionalizar a cadeia produtiva: o entendimento da mão-de-obra, do adubo, do poder da coletividade. Podemos dizer que a troca amplia a visão de mundo”, explica a socióloga da Emater Patrícia Messias.

A Chamada Pública inclui levantamento socioeconômico, elaboração de formulários de declarações de aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), visitas técnicas e sociais e projetos de Fomento-Instalação (até R$ 6.100, em duas parcelas) e Fomento-Mulher (R$ 3 mil).

Por Aline Miranda

Fonte: Agência Pará

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-2lc

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Validar Operação * O limite de tempo está esgotado. Por favor, recarregue o CAPTCHA.