Marabá sedia reunião do Programa Municípios Verdes

Crescimento dos cadastros ambientais rurais faz Marabá alcançar quase 10.000 propriedades legalizadas.
O Programa Municípios Verdes foi criado no estado do Pará no ano de 2011 – Foto: Evangelista Rocha

Marabá é um dos 132 municípios paraenses cadastrados no Programa Municípios Verdes (PMV). Durante os dias 21, 22 e 23 de junho, a cidade recebe a reunião de acompanhamento dos municípios beneficiados pelo PMV, abrangendo as regiões Carajás e Araguaia, do sudeste do estado.

O evento conta com a presença dos secretários municipais de meio ambiente da região, e ao longo de três dias, serão realizadas apresentações de informações colhidas durante dos últimos cinco anos de projeto. “O programa atualmente está dando visibilidade ao recolhimento de dados e a ações que estão sendo desenvolvidas para toda a região do Pará, relacionadas ao meio ambiente”, é o que explica João Paulo, analista e consultor do Instituto Ágata, um dos organizadores da programação.

Com o objetivo de reunir e acompanhar as questões ambientais, a organização do evento convidou representantes de 34 municípios da região. Atuando há mais de dez anos, o PMV traz através de capacitação e instrumentalização física das secretarias de meio ambiente, o fortalecimento da gestão dessa pauta.

Para Jaqueline de Carvalho Peçanha, diretora do núcleo executor do programa, as secretarias, além de se prepararem para realização dos processos ligados às questões ambientais, também estão se instrumentalizando para os desafios futuros.

Para Jaqueline de Carvalho Peçanha, os municípios são os responsáveis por estabelecerem as futuras metas do programa – Foto: Evangelista Rocha

“Há dez anos nós não sabíamos para onde ir, em termos de gestão de meio ambiente, porque estávamos administrando as consequências da “Operação Arco de Fogo” (deflagrada em 2008, visou combater o desmatamento ilegal da Amazônia). Hoje, com o amadurecimento da gestão ambiental dos municípios, quem definirá as metas para o futuro são eles próprios”, reflete Jaqueline.

Por sua vez, Rubens Borges Sampaio, secretário municipal de Meio Ambiente, afirma que o PMV trouxe importantes benefícios para o cenário marabaense, como diminuição do desmatamento e o crescimento dos cadastros ambientais rurais, que chegam a quase dez mil no município. Além disso, houve o fortalecimento da gestão ambiental municipal e o ostensivo combate aos crimes ambientais.

 Rubens Borges Sampaio almeja o desmatamento zero no município de Marabá – Foto: Evangelista Rocha

Para o futuro, Rubens almeja metas ambiciosas. “Desmatamento zero, pois não há necessidade de abrir novas áreas (desmatadas) no município, as que existem já são suficientes e consolidadas. Diminuir as queimadas e trazer todo mundo para a regularidade ambiental”, finaliza.

SAIBA MAIS

O Programa Municípios Verdes atua em todo o Pará, dando apoio a consolidação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) de imóveis rurais e fortalecendo a gestão ambiental municipal, visando contribuir com o combate ao desmatamento e à degradação florestal no estado.

O Cadastro Ambiental Rural é o registro público eletrônico nacional, com a finalidade de consolidar as informações ambientais das propriedades e posses rurais, formando uma base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico, além de combate ao desmatamento. Ele é obrigatório para todos os imóveis rurais.

Por: (Luciana Araújo)

Fonte: Correios de Carajás

Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://ruralbook.com.br/rbIDgh4

Mais Agronotícias