Plantio da pastagem: 4 etapas essenciais

Em um sistema produtivo a pasto o desafio é sempre oferecer a melhor forragem possível para os animais, seja de produção de leite ou carne. Para isso existem uma série de cuidados a se tomar, mas tudo começa com um bom programa de estabelecimento de forragem.

 

 

Confira abaixo as etapas:

Etapa 1: Inventário das pastagens da propriedade

Essa etapa serve para decidir quais as pastagens que serão estabelecidas na próxima estação chuvosa. Recomenda-se que essa etapa seja realizada sempre no último mês de chuvas em uma determinada região.

Etapa 2: Medição da área

Uma vez escolhida a área que será estabelecida, faz-se sua medição, visando fazer um mapa com a área exata, importante para fazer todo um planejamento do orçamento econômico, operacional, de máquinas, veículos e de mão de obra.

Etapa 3: Amostragem de solo

Ainda no último mês de chuva da região, depois de escolhida e mapeada a área, faz-se a amostragem de solo das camadas de 0-20 e de 20-40 centímetros de profundidade.

Essa amostra deve ser enviada para um laboratório idôneo, onde é feita a análise do solo e um técnico especialista em nutrição de planta forrageira vai interpretar os resultados da análise de solo e fazer as recomendações de correção e adubação.

Começando no último mês de chuva na região, no segundo mês já é possível estar com as análises de solo prontas. Além disso, já se conhece a propriedade e já se estudou as condições ambientais com a finalidade de escolher as espécies forrageiras que mais se adaptam àquelas condições do ambiente.

Etapa 4: Planejamento

Nessa etapa, faz-se a cotação de todos os insumos, de corretivos, adubos, de sementes, inseticidas, fungicidas, de herbicidas, e assim por diante.

Então, começa a execução do programa.

Por: Milkpoint
Foi útil a notícia? Seja o primeiro a comentar.
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
O URL curto deste artigo é: https://wp.me/p49eYW-6lO

Você pode gostar...