Categorias
Agricultura

Emater incentiva produção rural com entrega de três mil quilos de sementes de milho – Agência Pará

Produtores do município de Conceição do Araguaia começaram a receber, na quinta-feira, 22, sementes de milho que irão auxiliar no fomento a produção de alimentos básicos. A iniciativa da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-Pará), por meio do Escritório Regional de Conceição do Araguaia, no sul do estado, vai distribuir três mil quilos de sementes de milho na região.

Segundo o supervisor regional da Emater, Genival Reis dos Santos, a ação tem o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), que fez a doação das sementes.

A distribuição contemplou produtores do Projeto de Assentamento Bradesco, no município de Conceição. “A distribuição de quinta foi apenas uma pequena parte dos três mil quilos que serão distribuídos aos produtores do Regional Conceição”, informou Genival Reis.

“A partir das sementes recebidas, os produtores poderão trabalhar para a própria subsistência familiar, e também na perspectiva de obter ganho econômico, considerando o valor do grão no mercado, pois poderá oferecer o excedente à comercialização”, explica o supervisor.

Por Edna Moura

Fonte: Agência Pará

Banner rodapé fornecedor

Categorias
Fatos e Acontecimentos

Emater distribuirá 10 mil mudas de banana para assentados de Conceição do Araguaia – Agência Pará

FOTO: ASCOM DATA: 04.11.2016
FOTO: ASCOM
DATA: 04.11.2016

Um mutirão de profissionais da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) em Conceição do Araguaia, sudeste do estado, está preparando dez mil mudas de banana para plantio temporário no viveiro instalado no terreno onde se localizam, avizinhadas, as sedes do escritório local e regional.

As mudas, das variedades “prata” e “maçã” (essa também conhecida como “branca), foram doadas pela Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), para serem distribuídas entre as 30 famílias dos assentamentos federais Joncon e Bradesco, que participam de um curso multiinstitucional e continuado de produção integrada de abacaxi.

“As mudas vêm de laboratório. Aqui são colocadas em saquinhos e recebem tratamento por um período de 60 a 80 dias”, explica o supervisor-adjunto do escritório regional, o engenheiro agrônomo Luiz Flávio Cavalcanti.

O curso, iniciado em novembro do ano passado, tem duração total de três anos e envolve, além de Emater e Sedap, a participação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) e da Agência de Defesa Agropecuária (Adepará).

Por Aline Miranda

Fonte: Agência Pará

Banner rodapé fornecedor

Categorias
Agricultura

Produção integrada de abacaxi avança no sudeste do Pará – Agência Pará

Foto: Agência Pará
Foto: Agência Pará

O quarto módulo de capacitação na produção integrada de abacaxi no Pará será ministrado de 16 a 19 deste mês, em Conceição do Araguaia, sudeste do Estado. Outros três módulos já foram concluídos este ano com o objetivo de introduzir boas práticas agrícolas para produção de abacaxi com sustentabilidade e qualidade. O projeto é da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap).

A produção integrada reúne um conjunto de técnicas para produção de alimentos de alta qualidade usando manejo que assegura a manutenção dos mecanismos de regulação natural da cultura e controle das pragas, com uso mínimo de agrotóxico nas frutas. Essa prática cultural limita o uso de energia e insumos, reduzindo o custo da produção.

A produção integrada de abacaxi foi iniciada no Pará há dez anos com a capacitação de técnicos agrícolas, produtores, estudantes de agronomia e de cursos técnicos em agropecuária nos municípios líderes da produção de abacaxi no Pará. O curso é ministrado pelo pesquisador Aristóteles Matos, da Embrapa Mandioca e Fruticultura da Bahia, um dos maiores especialistas mundiais da cultura do abacaxi.

O projeto da Sedap tem parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Agência de Defesa Agropecuária (Adepará), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e prefeituras dos municípios. Os maiores produtores de abacaxi no Pará são Floresta do Araguaia (também o maior produtor nacional) e Conceição do Araguaia, no sudeste, e Salvaterra, no Marajó. A produção atual é de 372 milhões de frutos. Em Floresta do Araguaia está a maior indústria de suco concentrado da fruta do Brasil, exportando para os países de Europa, Estados Unidos e Mercocul.

Por Leni Sampaio

Fonte: Agência Pará