Dispara exportação de milho

Recuperação nas vendas externas após uma semana abaixo do nível normal

As exportações de milho brasileiro registraram aumento expressivo na terceira semana de janeiro, aponta a Consultoria AgResource Brasil, filial da empresa norte-americana AgResource Company. De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia, o país embarcou 763,8 mil toneladas do cereal, aumento de 170% em comparação com a semana anterior.

A AgResouce explica essa elevação pela baixa base de comparação: isso porque na segunda semana de janeiro as exportações foram de apenas 282,7 milhões de toneladas, um volume abaixo do normal em relação às semanas anteriores. No acumulado do mês, o Brasil exportou 1,74 milhão de toneladas do grão.

“A análise do lineup (fila de navios que aguardam carregamento) indica que os embarques do país no primeiro mês do ano devem atingir 2,76 milhões de toneladas. Enquanto isso, as importações do cereal na terceira semana de janeiro totalizaram 91,7 mil toneladas, aumento de 761% em comparação com a semana anterior. Em janeiro, as compras do grão pelo Brasil totalizam 140,2 mil toneladas”, complementa a Consultoria.

SOJA

Ainda de acordo com a AgResource Brasil, no caso da soja o Brasil exportou na última semana 486,1 mil toneladas, o que representou recuo de apenas 1% em relação ao período anterior. No acumulado de janeiro, os embarques brasileiros alcançam 1,72 milhão de toneladas e estão expressivamente acima dos 49 mil toneladas exportadas em janeiro inteiro do ano anterior.

“Essa diferença acontece por alguns motivos, entre eles o fato de que a safra atual foi semeada dentro da janela ideal, ao contrário do ano anterior, agora a disponibilidade de soja está maior em relação ao mesmo período do ano anterior. A análise do lineup indica que os embarques em janeiro da oleaginosa atingirão 3,43 milhões de toneladas”, conclui a Consultoria.

Por: Agrolink

Mais Agronotícias