Categorias
Marketing rural

Segredo para aumentar sua visibilidade nas redes sociais

[youtube= https://youtu.be/HcfrHfvsbBQ]

Categorias
Marketing rural

WhatsApp agora faz chamadas em grupo de áudio e vídeo

Em publicação em seu blog oficial nesta segunda-feira (30), o WhatsApp informou que está chegando a todos os usuários o tão aguardado recurso de se fazer chamadas de voz e vídeo com grupos de pessoas pelo aplicativo. A novidade foi inicialmente anunciada durante a última conferência F8, do Facebook, que aconteceu em maio, com os testes em versão beta começando no mês passado.

Basta manter seu aplicativo, seja ele para Android ou iOS, devidamente atualizado, o recurso já está disponível, sendo liberado aos poucos. Com a novidade, é possível iniciar chamadas em grupo com até quatro pessoas no total. Basta iniciar uma chamada de voz ou vídeo normalmente e, então, tocar no botão “adicionar participantes”, que fica no canto superior direito da tela de chamada.

Categorias
Marketing rural

Dicas para gravar vídeos incríveis com o seu celular

Os celulares atuais podem ser realmente incríveis para quem aprecia praticidade e boa qualidade de imagem. Recursos como resolução 4K, estabilização de imagem e HDR permitem a gravação de vídeos dignos de excelentes imagens usando apenas o pequeno aparelho.

O segredo é que, na grande maioria das vezes, o que faz um vídeo ser realmente bom é a pessoas por trás da câmera e não as ferramentas que ela possui. Por isso, separamos algumas dicas simples que podem te ajudar a aproveitar a vantagem da mobilidade para capturar imagens melhores com o seu celular.

1. Limpe a lente

Essa dica pode parecer ridícula, mas você ficaria impressionado ao saber quanta sujeira e gordura se acumulam na lente da câmera do seu smartphone.

2. Atenção ao áudio

Áudio smartphone

Áudios ruins podem acabar com uma boa gravação de vídeo, e o fato do seu aparelho conseguir gravar uma locução decente em um ambiente silencioso não quer dizer que ele também vai se sair tão bem em ambientes abertos e barulhentos.

Se você vai gravar pessoas falando, chegue mais perto delas para evitar ruídos do ambiente — como vento, por exemplo. Além disso, certifique-se de não cobrir o microfone do smartphone na hora de gravar um vídeo.

3. Filme na horizontal

Vídeo vertical

Se você quer que as pessoas vejam o seu vídeo em tamanho real no monitor de um computador ou em uma TV, mantenha o seu celular na horizontal enquanto grava. Filmar com o aparelho na posição vertical pode parecer ótimo quando você está olhando para a tela do celular, mas assim que você joga o vídeo para qualquer outro lugar, o resultado será uma imagem no meio da tela com faixas pretas em ambos os lados.

Quando estiver com o aparelho na orientação paisagem, tente encontrar uma linha horizontal e mantenha o nível do quadro. Use o horizonte como referência para tentar manter tudo nivelado; com certeza o resultado visual será bem mais agradável.

Vídeos para envio em POSTS whatsApp, instagram e facebook use o celular na horizontal. Já para STORIES, use na vertical. Cada rede social tem seu estilo de postagem. 

4. Use as duas mãos

Tirando foto

Para gravar um vídeo mais suave e estável, use as duas mãos para segurar o aparelho. EVITE MOVIMENTOS BRUSCOS! Para aumentar ainda mais a estabilidade, tente manter os cotovelos na lateral do seu corpo. Firmar bem os pés no chão e mover toda a parte superior do corpo — e não apenas a câmera — também pode resultar em movimentos mais suaves.

Embora isso não elimine completamente os pequenos movimentos involuntários (ou mãos trêmulas), pelo menos vai evitar solavancos repentinos comuns de filmagens feitas com apenas uma das mãos segurando o dispositivo.

Procure deixar o aparelho sempre na altura dos ombros, assim você mantem uma altura ideal para visualização.

5. Apele para composições clássicas

Muitas vezes, imagens marcantes e que deixam impressões duradouras fazem uso de regras de composição que são projetadas para atrair os olhos do espectador para uma determinada parte da cena.

Uma boa forma de começar é entendendo a regra dos terços. Basicamente, ela divide a tela em três terços verticais e horizontais para obter um total de nove quadrados. Os quatro cantos do quadrado central são considerados bons lugares para colocar algo interessante, ou se você estiver gravando uma pessoa, posicione a cabeça dela sobre um destes pontos.

Alguns celulares permitem ativar as grades de enquadramento no próprio aplicativo da câmera, mas isso nem sempre funciona no modo de vídeo. No entanto, você pode passar rapidamente para a opção “foto” enquanto arruma o enquadramento do vídeo para ter uma noção melhor do espaço.

6. Use a luz a seu favor

Luz

A luz é uma parte importantíssima na hora de conseguir uma boa imagem. No entanto, ela pode ser sua amiga ou inimiga durante uma filmagem. É preciso saber trabalhar com a luz disponível e usá-la a seu favor. Ao ar livre, por exemplo, tente encontrar uma posição onde o sol está iluminando uniformemente a cena que você deseja gravar.

Se algumas partes da cena estão muito claras ou muito escuras, adquira o hábito de mudar sua posição até encontrar outro ângulo que ainda permita o enquadramento desejado, mas onde a luz esteja melhor.

7. Ajuste manual

AE/AF

Nem todos os aplicativos de câmera permitem ajustar manualmente a exposição e o foco, mas tente pressionar e segurar alguma área da tela do dispositivo para ativar o modo de bloqueio AE/AF (exposição automática/foco automático).

Isso vai evitar que o foco da imagem fique mudando enquanto você grava. Definir o foco manualmente pode ser uma ótima opção na hora de filmar algum objeto bem de perto e destacar alguns detalhes específico.

8. Acessórios amigos

Até agora, todas as dicas exigiam apenas o seu smartphone, mas existem alguns acessórios fantásticos disponíveis no mercado e que podem transformar o seu telefone em uma câmera de vídeo incrível.

Alguns exemplos são: tripé para smartphones, estabilizador motorizado, filtros analógicos, lentes acopláveis, microfone externo, entre outros.

9. Saiba o que é possível (ou não) fazer

Memória cheia

Se a sua intenção é fazer os melhores vídeos possíveis com seu smartphone, antes de colocar a mão na massa é preciso conhecer suas limitações. Verifique coisas como a quantidade de memória disponível no aparelho e a vida útil da bateria; dessa forma, você não perderá tempo escolhendo fotos e vídeos para deletar e liberar espaço bem na hora de gravar algo superinteressante. Conhecer bem a bateria do dispositivo também pode ajudá-lo a saber quando deve andar por aí com um carregador portátil.

Também é preciso ter em mente que os smartphones não possuem lentes de zoom e todos os recursos de zoom digital reduzem a qualidade de uma imagem. Sendo assim, você deve se aproximar o máximo possível do seu alvo para que ele preencha o quadro sem distorções.

10. Edição e compartilhamento

Não é preciso perder horas editando seus vídeos. Muitas vezes, apenas cortar o início e o fim de uma gravação e organizar as imagens obtidos em uma ordem lógica já são o suficiente para um resultado legal.

Na maioria dos casos, é possível fazer essas pequenas alterações no próprio aplicativo nativo do aparelho, mas o que não falta por aí são aplicativos de edição de vídeo que abrem mais possibilidades para melhorar suas imagens.

Outra dica é compartilhar suas gravações, afinal não existe forma melhor de obter um feedback de onde você está acertando e onde ainda precisa melhorar. Mostre os vídeos para seus amigos e aguarde os comentários (construtivos, é claro) para aperfeiçoar cada vez mais suas técnicas.

Fonte: Canal Tech 

Categorias
Marketing rural

10 Vantagens para construir um Marketing para seu Agronegócio

CONFIRA AS 10 VANTAGENS DO MARKETING DIGITAL PARA O SEU AGRONEGÓCIO:

1 – AMPLIA A VISIBILIDADE DA MARCA

Aumentar a visibilidade da sua marca é uma das vantagens do Marketing de Conteúdo. Como você irá publicar novos artigos periodicamente (diário, semanal, quinzenal…), esses conteúdos serão disparados nas listas, publicados nas redes sociais e assim o seu negócio passa a ser visto por mais e mais pessoas.

2 – FIDELIZA E AUMENTA A CONFIANÇA COM SEUS CLIENTES ATUAIS E FUTUROS

Em qualquer tipo de relacionamento, quanto mais se conhece e entende a outra pessoa, fica mais fácil confiar nela. No Marketing de Relacionamento é a mesma coisa, como você irá publicar conteúdo relacionado com o seu mercado e produto/serviço, o seu novo contato passa a conhecer mais sobre o seu negócio.

3 – DESENVOLVE RELACIONAMENTOS COM O SEU PÚBLICO

Diferente de postar apenas produtos, serviços e promoções, ao utilizar o Inbound Marketing você cria uma forte ferramenta de relacionamento direto com o público.

4 – ABRE MAIS UM CANAL DE COMUNICAÇÃO

Além dos comentários nas redes sociais os comentários diretos no blog é mais um excelente canal de contato com o seu público.

FIQUE DE OLHO NOS COMENTÁRIOS, PARA NÃO DEIXAR NENHUMA PERGUNTA SEM RESPOSTA.

5 – MELHORA A CONSCIÊNCIA E O RECONHECIMENTO DA MARCA

Não basta estar presente, tem que ser lembrado! Fazer com que consumidor se lembre da marca é muito importante, e as razões pelas quais a marca deve ser reconhecida devem ser sempre positivas.

6 – CONSTRÓI CREDIBILIDADE E AUTORIDADE

Uma das maiores vantagens do Marketing de Conteúdo é a criação da Autoridade. Com autoridade tudo fica mais fácil, inclusive vender mais. O objetivo final do Marketing Inbound é transformar clientes em divulgadores da marca, e isso acontece muito mais fácil quando você/seu negócio é considerado uma autoridade no assunto.

7 – AJUDA SEU CLIENTE NO PROCESSO DE DECISÃO DE COMPRA

Ter um Funil de Vendas bem desenhado e conhecer as etapas que o seu cliente percorre, da descoberta até o momento da compra, é mais uma das vantagens do Marketing de Conteúdo.

8 – POSICIONA SEU NEGÓCIO COMO ESPECIALISTA EM SEU MERCADO

No processo de educar e ajudar seus futuros e atuais clientes em resolver seus problemas, dúvidas e objeções, você começará a ser visto como referência no seu nicho.

VOCÊ DEVE ESTABELECER O SEU NEGÓCIO COMO UMA FONTE CONFIÁVEL, ENGENHOSA E LEGÍTIMA DE INFORMAÇÕES SOBRE O SEU MERCADO.

9 – GERA TRÁFEGO PARA SEU SITE

Pense em cada conteúdo novo publicado como um ATIVO para o seu negócio. A cada novo post, uma nova palavra-chave é indexada para futuros clientes encontrarem o seu negócio nos mecanismos de buscas (Google, Yahoo, Bing…).

 10 – ALIMENTA SUA REDE DE CONTATOS

Construir uma rede de contatos por meio de conteúdo é um ativo fantástico para vender mais e melhor.

Além disso, agronegócios que investem em presença digital são 10 vezes mais favoráveis a desfrutar um Retorno sobre Investimento (ROI) POSITIVO.

Se você quer construir sua própria rede de relacionamentos, atrair mais clientes para o seu negócio e se posicionar na internet para vender mais e melhor, todos os dias! Entre em contato e impulsione as suas vendas, mesmo que você não entenda muito sobre Marketing Digital.

Categorias
Marketing rural

09 excelentes vantagens de ter um website para um agronegócio de sucesso

Por que ter um website é importante? Mais da metade da população brasileira utiliza a internet, o que representa um contingente de mais de 100 milhões de usuários.

Ter um website é um diferencial competitivo para seu agronegócio quando elaborado de modo estratégico. Em outras palavras, é um investimento que trará um bom retorno para a organização se pensado de maneira inteligente para o negócio, podendo ser uma excelente ferramenta de marketing digital.

Consegue imaginar como seu agronegócio seria, se tivesse um website com domínio próprio na internet? Com base nisso, montamos logo abaixo uma seleção com as melhores vantagens que você poder obter com um website. O nono argumento é incrível! Bora conferir?

1 . Credibilidade e profissionalismo

Quando um agronegócio tem um website, não importa o seu tamanho, ele terá muito mais possibilidade de concorrer com empresas de grande porte. Desde que seu site esteja bem estruturado, com informações claras e com um design gráfico atrativo, uma empresa pequena poderá ser bem vista pelos clientes frente outras empresas que são maiores. Isso gera mais credibilidade para seu agronegócio, ao ponto de ser lembrada mais vezes pelos clientes, visto que terá sua imagem reforçada passando mais seriedade, organização, autoridade e profissionalismo. No entanto, é bom tomar bastante cuidado porque se o cliente não gostar do seu website, poderá também não gostar de sua empresa!

2 . Flexibilidade e agilidade

Com um website, fazer alterações nas informações de produtos / serviços / máquinas e/ou animais se torna algo bem mais prático e vantajoso para o seu agronegócio. Economiza tempo e dinheiro se comparado aos gastos com materiais impresso. Ou seja, a empresa passa a ter também mais agilidade no trato das informações, contando com uma maior capacidade de resposta as necessidades do cliente. O website é possível levar aos clientes todo o mundo offline do agronegócio para o online, através de fotos e videos disponibilizados 24 horas e 7 dias por semana. 

3 . Encontrabilidade

O agronegócio que tem um website tem infinitas chances de ser encontrada no imenso mundo da internet. Por exemplo, uma pessoa que pesquisa sobre um produto na internet terá grandes chances de encontrar o website de sua empresa nos resultados, sendo referenciado o mesmo produto ou algum similar através de palavras-chaves.

4 . Quebra de barreiras físicas

Com um website você terá a possibilidade de ter uma filial do seu agronegócio na internet com a vantagem não ter gastos, com a conta de água, energia e outras despesas que são típicos das instalações de uma empresa. Pelo contrário, porque além da economia de dinheiro, o negócio tenderá a ser gradativamente ampliado. Visto que mais pessoas terão acesso as informações que a empresa disponibiliza no website, não somente na região que a empresa atua, mas em muitos outros lugares do mundo, graças à internet.

5 . Comodidade e praticidade

Tempo é dinheiro! E quem visita um website hoje em dia não quer mais ficar perdendo tempo, mas quer comodidade ao realizar suas tarefas. Para a empresa isso significa mais praticidade, devido o atendimento ser processado mais rápido e também acaba sendo barato, se fosse levar em consideração os custos de uma empresa convencional ou levar seu cliente até uma propriedade rural.

6 . Divulgação / Viralização

Por meio da integração com as redes sociais, tais como o Facebook, Instagram e o Twitter, pelo website quem visita poderá postar informações sobre os produtos e serviços da empresa. Por exemplo, ao visitar o website de seu agronegócio, o visitante fica impressionado com as características de um produto ou serviço e decide então compartilhar as informações com seus familiares e amigos. A partir disso, mesmo sem querer essa pessoa estará ajudando a divulgar a empresa! Imagina se a empresa não tivesse um website?

7. Estatísticas sobre o tráfego

Com um website e domínio próprio é possível ter uma estatística de acesso em tempo real de todo conteúdo publicado. Informações de quantidade de acesso, desempenho, dados demográficos, posicionamento, alcance, localização e outros. Tudo para facilitar sua tomada de decisão dentro de seu agronegócio. 

8. Divulgar seus contatos e Localização

Quando o cliente acessar seu website e tiver real interesse sobre seus produtos e serviços será muito fácil e pratico encontrar seus contatos e localização para efetivar uma compra. A partir do momento que algum cliente entrar em contato querendo informações sobre determinado produto ou serviço publicado no website, esse cliente tem alta chance de conversão para compra.

9 . Relacionamento com os clientes

Com um website seu agronegócio pode manter seus clientes bem informados e ao mesmo tempo, pode também atrair clientes potenciais. Além de apresentar informações relevantes e que despertam a atenção do visitante, podem ser anunciadas ofertas e divulgadas promoções sem a necessidade de gastar com materiais diversos, como folders e eventos como dias de campo. Essa interação entre a empresa e seu público possibilita um relacionamento mais integro e duradouro.

Categorias
Marketing rural

06 grandes vantagens de se ter um bom Logotipo / Identidade Visual para seu agronegócio

Muitos pensam que o agronegócio não tem necessidade de um marketing próprio para criar autoridade e venda de seus produtos e serviços. Estão completamente enganados!

Todos os dias vemos fórmulas mirabolantes para conseguir de um jeito fácil e barato algo que geralmente demanda tempo e investimento. Reunimos algumas dicas importantes e as vantagens de ter um logotipo projetado da forma correta e que seja realmente o que seu agronegócio necessita.

1 – Aproxima o consumidor do seu agronegócio

O logotipo é a representação da empresa produto ou serviço. Nele estão resumidos seus principais atributos. Fazer um logotipo que agrade ao público-alvo é facilitar essa relação e distinguir seu produto dos outros. Marcas poderosas tem seus logotipos reconhecidos por um pequeno detalhe e até mesmo pela cor. O vermelho da Ferrari, as voltinhas do logotipo da Coca-Cola, a maçãzinha da Apple. Tudo começa em um bom logotipo.

2 – Atrai o público-alvo certo

Nenhuma marca vende para todo mundo. É importante definir um público-alvo e direcionar esforços para alcançar esse público. Se outros públicos vierem também a consumir a sua marca, isso é uma consequência. Mas tenha foco e faça com que esse público-alvo reconheça de cara o seu produto. Imagina se a Ford se dedicasse a fazer carros mais modernos e tecnológicos e deixasse de lado a sua fortaleza, que são os carros resistentes e potentes. Correria o risco de não atingir esse novo público e ainda perder o público cativo que foi conquistado através de tanto esforço.

3 – Transmite organização e consistência

As boas marcas possuem bons logotipos. É bem mais fácil reconhecer uma marca com um bom logotipo, o que deve se estender para todos os pontos de contato dessa marca, como site, e-mail, placas, material de papelaria, folhetos, frota… É muito importante que a marca tenha a mesma representação em todos os pontos de contato com o cliente. Isso transmite maior confiabilidade ao consumidor e indica que aqueles produtos são melhores do que aqueles que não possuem uma marca bem definida. Não é uma regra, mas a experiência do consumidor reforça esse hábito. Cabe às melhores marcas se aproveitarem e reforçarem isso.

4 – Confere uma identidade à marca

Um bom logotipo diz muito sobre a marca. Ajuda o cliente a identificar a categoria daquele produto ou serviço. É muitas vezes o primeiro ponto de contato entre o cliente e a marca. Não é exagero dizer que um logotipo é sinônimo da empresa. Sua função é justamente resumir os atributos daquela marca. Por isso é muito importante que o logotipo esteja em perfeita sintonia com a mensagem que a empresa pretende transmitir. Só assim você pode se diferenciar da concorrência.

5 – Um logotipo aumenta o seu reconhecimento

Bons logotipos facilitam muito o caminho. É mais fácil vender, mais seguro inovar e comunica melhor os objetivos de uma marca. É um clichê afirmar que uma boa propaganda não salva um produto ruim. Mas quando o produto é bom, ter um bom logotipo é o começo de uma boa comunicação. O logotipo apropriado multiplica os esforços de venda e de propaganda.

6 – Distingue sua empresa das outras

Parece óbvio, mas sem um logotipo, ou com um logotipo genérico, sua empresa pode se parecer com o concorrente ou ser confundida com uma empresa de outro ramo. Cores semelhantes, uso de siglas ou iniciais, são pontos críticos a serem considerados na hora de criar um logotipo ou fazer um redesign dele. A diferença pode estar em detalhes sutis, mas não se engane: seu consumidor está atento a esses detalhes.

Categorias
Marketing rural

Como fazer com que seu agronegócio tenha presença relevante na internet

Produtores e empresários do setor agrícola já perceberam que, sem a internet, perde-se muito.

Saiba já como utilizar o Marketing Digital no agronegócio!

Fazer com que seu negócio tenha presença relevante na internet é essencial para o sucesso em um mundo conectado, independentemente do seu segmento de atuação. Nesse sentido, muitas empresas do agronegócio reformularam seus sites e levaram a revolução que fazem no campo para o mundo digital.

Em estudo, a consultoria TerraForum divulgou que há um grande espaço para o crescimento do uso de ferramentas web dentro da cadeia do agronegócio e que o resultado é sentido na outra ponta, onde estão inclusas todas as pessoas ligadas à cadeia agrícola – estudantes, produtores, empresários etc.

Com objetivo de conhecer a realidade dessa cadeia, a Associação Brasileira de Marketing Rural & Agronegócio (ABMR&A) realizou uma pesquisa sobre o perfil comportamental e os hábitos de mídia do produtor, tanto da agricultura quanto da pecuária. No que diz respeito a exposição aos meios de comunicação, a pesquisa mostra um aumento do acesso à internet: no fim da década de 90, somente 3% dos empresários rurais e produtores acessavam a web. Em 10 anos, saltou para 40%, sendo que, destes, 92% já estão conectados às redes sociais. E a tendência é que esse número aumente cada vez mais.

produtores rurais na internet
Fonte: ABMR&A

Como mostra o gráfico acima, o perfil do homem do campo está mudando. O computador e tantas outras novas tecnologias conquistaram produtores e empresários do setor agrícola, e eles já perceberam que, sem a internet, perde-se dinheiro, mercado e informações importantes.

Dentro do cenário atual, que demanda mais eficiência na tomada de decisão de aquisição de produtos e serviços, a internet é uma rede útil para o produtor rural e serve como ferramenta de busca para encontrar parceiros, negócios, cotações, condições climáticas e, claro, notícias deste ambiente. Portanto, quem investe na comunicação e disponibiliza informações se consolida e ganha espaço.

Mas como os produtores, startups e empresas do agronegócio podem utilizar do marketing de conteúdo, das redes sociais, e de outras possibilidades do Marketing Digital para gerar Agro-Negócios? Segue algumas dicas de ações relevantes que podem ajudar!

SEO

Um  site bem estruturado de acordo com as técnicas de arquitetura da informação e otimização de SEO (Search Engine Optimization) pode melhorar o posicionamento da sua marca nos buscadores e a experiência do usuário ao entrar na página da sua empresa, facilitando na hora de encontrar algum produto ou serviço oferecido.

Uma dica importante é saber como as pessoas procuram pelos seus serviços e produtos nos buscadores e entender como está o posicionamento do seu site para essas palavras, afinal é através delas que esse público poderá conhecer a sua empresa.

Por exemplo, para uma empresa que trabalha com genética, seria interessante otimizar seu site para termos como: inseminação artificial, melhoramento genético, reprodução, protocolo de inseminação etc.

Produção de conteúdo

A maioria das empresas desse setor são técnicas e produtoras de conteúdo, mas não divulgam como deveriam. Muitas não percebem que podem e devem ampliar os canais de divulgação desses conteúdos tão ricos.

É preciso ter estratégia para direcionar o conteúdo técnico para o público-alvo, atrair sua atenção, educá-lo constantemente para criar confiança, converter em vendas e fidelizar. E todo esse processo pode correr no mundo digital pela divulgação desses conteúdos, despertando o interesse dos usuários, promovendo interação e, com isso, gerando oportunidades de negócio.

Por exemplo, se sua empresa está ligada à pecuária, falar sobre controle de qualidade da carne e do leite deixa evidente a preocupação da sua organização com o consumidor final. Vamos citar a Monsanto, que mantém atualização diária e produção de conteúdo e se propõe a discutir o tema transgênicos, esclarecendo as argumentações negativas e disseminando as positivas. Esse comportamento estratégico gera engajamento ao estimular discussões construtivas nas redes sociais, atrai visitantes para o site e posiciona a sua marca como referência no setor.

A dica é remeter conteúdos que estejam ligados a dicas de manejo, ao impacto econômico da atividade, pautas atuais relevantes do setor e também à utilização de vídeos e infográficos.

maiores rebanhos do mundo

Fonte: Revista Em Discussão

Mídias Sociais

Mídias sociais são meios de comunicação em que qualquer pessoa pode publicar conteúdo, facilitando a propagação de informações. Facebook, Twitter e blogs são exemplos de ferramentas digitais acessadas por esse público.

Com o novo perfil do produtor, 4 em cada 10 profissionais da área acessam a internet e sites de relacionamentos ou redes sociais, sendo o Facebook o mais citado por eles.  Um ponto que pode ter colaborado com este novo perfil é o fato de que as mídias sociais misturam interação, comunicação instantânea, compartilhamento de informações, fotos e, por algumas vezes, até atendimento ao cliente.

Um exemplo interessante é o movimento #AquiTemAgro, que mostra uma abordagem no mercado sobre como as empresas integrantes da cadeia do agronegócio estão agregando valor aos seus serviços por meio das facilidades digitais, como interatividade e compartilhamento.

Relacionamento

Construir relacionamentos com formadores de opinião do setor, como veterinários, agrônomos, zootecnistas, produtores e clientes é extremamente valioso para sugestão e indicação de produtos e serviços. O fortalecimento do relacionamento entre empresas e pessoas que atuam nas diversas redes de negócios já promove benefícios, sejam essas ações de pré ou pós venda.

Sabe-se que, nesse setor, a maioria dos produtos ou tem alto valor agregado ou é necessário criar confiança para facilitar a compra. Isso impacta diretamente no ciclo de vendas da empresa, que acaba sendo longo e também custoso, pois os técnicos e vendedores fazem longas e muitas visitas.

vendas antes e depois da internet

Pensando nisso, a estratégia de relacionamento contínuo que o Marketing Digital possibilita pode ajudar em parte no processo de prospecção. O objetivo aqui é conquistar autoridade através da construção de relacionamento, educando o produtor através da sua jornada de compra, ajudando na tomada de decisão e deixando-o mais preparado para o contato comercial de forma eficiente.

Estratégias como segmentação e fluxos de nutrição nessa etapa podem impactar em ganhos escaláveis para as empresas, como engajamento com a marca, aumento de vendas e receitas, diminuição do ciclo de vendas, diminuição do custo de aquisição de cliente e eficiência da equipe comercial.

Eventos e feiras

Uma outra característica forte do setor é a presença em feiras e dias de campo, que propicia contatos e networking. Nós entendemos que estar perto, tomar um café e apertar a mão dos prospects e clientes é fundamental.

Uma dica interessante é conciliar o marketing offline com o online, através de ações que possam divulgar o evento, otimizar o processo para captação de contatos, manter um relacionamento posterior contínuo de forma automática e aumentar a visibilidade dessas ações que, todos sabem, têm alto custo de investimento!

Pós-evento, é comum os vendedores ficarem presos aos cartões de visitas e preenchimento manual de planilhas, a fim de centralizar dados e contabilizar o saldo de possíveis oportunidades de negócio. Nesses processos, pode haver perda de informações e, até mesmo, perda do timing de retomada desses contatos. Uma estratégia é utilizar Landing Pages para cadastros nesses eventos e, posteriormente, contato automático, já que no mesmo dia ele pode receber o contato da empresa agradecendo a visita no estande e convidando-o para acessar o site, entre outras diversas ações.

Já para dias de campo, pode-se aumentar a difusão de informações e debates ricos que esse evento gera através de filmagens ou compilando arquivos que poderão ser divulgados ou disponibilizados para download a quem não conseguiu comparecer.

Portanto, desenhar as ações offline e online de forma complementar pode impactar e garantir o sucesso da estratégia de marketing e vendas da empresa.

Tendências e Soluções

Essa ampliação do acesso à internet e às redes digitais por todo o campo promove um novo ambiente de negócios. Mesmo sendo um setor com padrões tradicionais, a oportunidade é de (re)descobrir o poder do marketing para educação do setor, fortalecer a marca e seus produtos e alavancar vendas.

Para divulgar mensagens e aproveitar as melhores oportunidades do mercado agropecuário no Brasil é preciso alinhar estratégias com ferramentas inovadoras.

Fonte: RDStation

É preciso pensar fora da caixa e investir em comunicação digital para se destacar perante a concorrência. Dentro de um mercado tão vasto como o setor agrícola, ganha quem estiver melhor preparado.

Você está?