Categorias
Mercados e Créditos

Scot: Aumento das exportaes brasileiras de carne bovina in natura


De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em março, até a terceira semana, as exportações brasileiras de carne bovina in natura totalizaram 74,0 mil toneladas, uma média diária de 5,3 mil toneladas.

Na comparação com igual período do ano passado, o volume médio embarcado aumentou 41,7%.

Em relação a fevereiro último, o resultado também foi positivo, com aumento de 1,0% no volume.

As exportações firmes têm colaborado para o escoamento da produção nacional, já que o atual cenário econômico tem influenciado no consumo interno.

A expectativa é de que o câmbio valorizado e a abertura de novos mercados continuem incentivando as exportações.

Fonte: Scot Consultoria

Categorias
Pecuária

Pouco volume de negócios no mercado de reposição

Mercado de reposição praticamente parado na última semana. No geral, houve alterações pontuais em alguns estados.

Em Tocantins as pastagens estão em boas condições e isto fez com que a procura por machos aumentasse, principalmente garrotes. Situação parecida ocorre no Pará.

Em Tocantins a categoria teve alta de 1,1% na semana, está cotada, em média, em R$890,00/cabeça.

Na Bahia, as pastagens estão com melhores condições de suporte em algumas regiões, mas as chuvas ainda não se regularizaram. O ataque de cigarrinhas é um ponto negativo.

No Rio Grande do Sul, apesar da queda no volume de negociações, a oferta continua menor que a demanda, principalmente para categorias mais eradas, tanto machos quanto fêmeas.

A demanda por machos começou a melhorar em Goiás e houve valorizações para as categorias na última semana. O garrote está cotado, em média, em R$920,00/cabeça, 2,2% mais que na semana anterior. O boi magro também teve alta (0,9%) e a cotação desta semana ficou, em média, em R$1.080,00/cabeça.

O feriado das festas de Carnaval foi o principal causador da diminuição no volume negócios. A expectativa é de que as negociações melhorem nas próximas semanas.

Fonte: Scot Consultoria

Fonte Imagem: Gado Comercial

Categorias
Pecuária

Mercado do Boi com dificuldade de compra para empresas em São Paulo

A retenção de boiadas pelos pecuaristas é um relato recorrente. De acordo com a Scot Consultoria, a escala média de abate no estado atende quatro dias úteis, mas alguns frigoríficos têm apenas dois dias de programação. A referência para o boi gordo está estável em R$ 97/@, à vista.
No panorama geral, houve alterações de preços do boi nas duas direções, o que deixa o mercado praticamente estável neste momento.Para o curto prazo, o mercado do boi deve permanecer sustentado pelo possível incremento no consumo, com a virada de mês e festividades que se aproximam, em conjunto com a oferta regulada de animais terminados.
Para os preços da carne com osso no atacado houve ligeira queda, pontual, para o boi casado e vaca casada.

Fonte:Scot consultoria